TRE do Paraná nega pedido de Lula para votar na PF

Órgão afirma que seriam necessários, no mínimo, 20 eleitores para instalar seção

TRE do Paraná nega pedido de Lula para votar na PF

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná negou o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para votar nas eleições deste ano, na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde abril.

O presidente do TRE-PR, Luiz Taro Oyama, afirmou em despacho que seriam necessários, no mínimo, 20 eleitores para instalar uma seção eleitoral especial na sede da PF. A regra é estabelecida no Código Eleitoral, a fim de não comprometer o sigilo do voto.

Em uma consulta à custódia da PF, em maio, porém, apenas o petista havia manifestado a intenção de votar, entre os 20 presos provisórios recolhidos no local -o que, segundo o TRE, impediu a instalação de uma urna no local.

Outra opção seria que Lula transferisse temporariamente seu título eleitoral, para que votasse no Paraná, ou optasse pelo voto em trânsito, mas o prazo para isso se encerrou no dia 23 de agosto.A decisão é do dia 30 de agosto, mas foi divulgada apenas nesta semana pelo tribunal. (Folhapress).

autoescolar3a1banner

Esta entrada foi publicada em Politica. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *