STJD acata denúncia do ABC contra Celso Teixeira e caso será julgado

Conforme é de praxe, a primeira apreciação do caso será em primeira instância, ou seja, as partes poderão recorrer da decisão inicial e promover um novo julgamento em instância superior, que seria o Pleno do Tribunal

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou, na tarde desta terça-feira, 3, a denúncia oferecida pelo ABC contra o treinador do Treze-PB, Celso Teixeira, que teria comandado a equipe paraibana de maneira irregular na partida contra o Confiança-SE, pela Série C do Campeonato Brasileiro. Agora, o caso vai para julgamento.

Como é de praxe, a primeira apreciação do caso será em instância inicial. Ou seja, as partes poderão recorrer da decisão e provocar um novo julgamento em instância superior, que seria o Pleno do Tribunal. No entanto, a Corte desportiva ainda não divulgou quando será realizado o primeiro julgamento.

Em notícia de infração encaminhada ao STJD no final do mês passado, o ABC denunciou que Celso Teixeira atuou de maneira irregular pelo Treze no jogo contra o Confiança-SE. Segundo o clube potiguar, Celso estava punido pelo próprio STJD com três partidas de suspensão, das quais havia cumprido apenas uma em seu antigo clube (Central-PE).

Em sua defesa, o Treze divulgou abertamente à imprensa que recebeu um documento “nada consta” da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que liberava Celso para atuar pelo clube. Por isso, ainda na semana passada, o Tribunal desportivo pediu esclarecimentos ao time e a própria Confederação para somente nesta terça acatar a denúncia.

O ABC quer que o Treze seja julgado com base no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz: “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. A pena é a perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória (3) e multa que pode variar de R$ 100 a R$ 100 mil. Todavia, ainda não se sabe se o Treze será realmente julgado com base neste artigo.

Caso seja julgado e punido com a perda de pontos, o Treze, que terminou a Série C com 19 pontos na oitava colocação do Grupo A, cairia para 13 (3 pontos da punição + 3 pontos da vitória contra o Confiança). Com isso, o ABC, que terminou na nona colocação com 18 pontos, subiria para a oitava e escaparia matematicamente do rebaixamento para a Série D de 2020.

A reportagem do Agora RN tentou, insistentemente, durante o final da tarde desta terça-feira, 3, contatar a assessoria de imprensa do STJD para saber em qual artigo o clube paraibano será julgado pelo Tribunal. No entanto, as ligações não foram atendidas.

No ABC, até o fechamento desta matéria, o clube revelou ainda não ter sido notificado do recebimento da denúncia pela Corte desportiva. Nesta quarta-feira, 4, o STJD deverá esclarecer o assunto.

carto_bem_estarAcompanhe o Japi na web pelo fecebookinstagram

Esta entrada foi publicada em Esporte. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *