RN: Carta de um servidor público

TRISTE DIA 24/11/2017

A SITUAÇÃO dos funcionários públicos estaduais é muito difícil.
Sem salários as pessoa passam por dificuldades, humilhações e o dinheiro quando entra vale menos de que seus valor original, pois paga-se juros exorbitantes de empréstimos; atrasa-se prestações de veículo financiado; plano de saúde; energia elétrica; água; condomínio e acima de tudo lhe falta alimentos na mesa sagrada da família, NOSSA DIGNIDADE DESAPARECE;

O Desgovernador ROBINSON FARIA, diante da situação leva uma comitiva para Roma, numa nada “santa” atitude, quando devia está ao lado dos servidores procurando saída para a crise, ao contrário: joga a polícia contra os servidores acampados num prédio público do Centro Administrativo, buscando tão somente ali, sensibilizar os poderosos, pelo simples e mais salutar dos direitos; a contra prestação de seus salários atrasados em alguns casos em mais de 60 ( sessenta) dias seguidos, não resolve-se NADA, e ao invés disso; HUMILHA-SE os servidores que são atacados com gás de pimenta e uso da força para fazer cumprir uma decisão judicial de um certo e “excelso” juiz de direito, ( diga-se logo, TOGADO com seu salário absolutamente em dia, e ainda mais, com uma ajuda extra de R$. 100.000 a 240.000,00 em verbas extras de “auxílio” moradia; estupenda mamada num estado falido de tudo).

Esse mesmo Desgovernador, um político profissional, desses carreiristas, (filho de Senhor de Engenho, genuíno caçador do Poder e de Fama); foi da direita e posou de lulista, totalmente perdido agora e acusado de corrupção, vai seguindo uma trilha triste de incompetência e deixando marcas negativas em sua gestão que jamais serão esquecidas.

Agora, Nós aqui ficamos; SEM RUMO; SEM EIRA E NEM BEIRA como dizia minha vó lá do sertão; esperando um milagre cair do céu; sem o qual nos faltará após anos de trabalhos; o pão nosso de cada dia que só é comprado com dinheiro!
Só NOS RESTA PEDIR e IMPLORAR; Autoridades: do Meu pobre “Grande” Rio Grande SEM NORTE;
OLHEM PARA NÓS,

Somos pequenos; Mas somos Gigantes nas enfermarias dos Hospitais; nas salas de aulas das escolas públicas; nas delegacias; nos presídios, e ademais somos tb geradores de riquezas com nossos salários agora roubados!

Por fim, sendo Cristão, pedimos ao bom Deus poderoso; uma luz no fim do túnel poderia nos salvar ou mostrar para o Poder a resposta pretendida!

SÉ PEQUENO; Ser GRANDE ISSO SOMOS, só nos resta esperar, não sabemos até quando!

(Carta de um servidor anônimo em busca de ser respeitado)! (Nova Parnamirim Notícias)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *