Presidente da Conmebol: data da final da Libertadores é ‘irreversível’

Alejandro Domínguez afirmou que partida será mantida no dia 9 de dezembro, na Espanha

Após a confusão no jogo de volta da final da Taça Libertadores entre River Plate e Boca Juniors, na Argentina, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, disse neste sábado (1º) que a nova data para definir o campeão do campeonato, dia 9 de dezembro, na Espanha, é ‘irreversível’.

Domínguez afirmou que propôs a ideia de fazer a final da Libertadores no estádio Santiago Bernabéu ao presidente do Real Madrid, Florentino Pérez.

“Eu dei a ideia e Pérez me pediu um tempo para pensar e que iria me ligar em dois minutos”, disse o presidente da Conmebol. Pérez retornou e disse: “Não é somente boa, mas o Santiago Bernabéu está à disposição sem custo para este jogo”.

Sobre a confusão na Argentina, Domínguez disse não sabe quando se confundiu a paixão com violência. “Desde quando futebol é matar ou morrer”.

O presidente da Conmebol destacou também que a escolha da Espanha se deve ao fato do país ser onde há mais argentinos vivendo fora do seu território.

River Plate e Boca Juniors fazem a final da Libertadores no dia 9 de dezembro, às 17h30 (horário de Brasília), na casa do Real Madrid, no estádio Santiago Bernabéu.

CONFUSÃO

Na partida de volta da final da Taça Libertadores, o ônibus com os jogadores do Boca Junior foi apedrejado por torcedores do River na chegada ao estádio Monumental de Nuñez.

Na ocasião, o capitão do Boca Juniors, Pablo Pérez, e o jogador Gonzalo Lamardo chegaram a ser encaminhados a um hospital com ferimentos nos olhos sofridos no ataque na chegada.

A diretoria também alegou que muitos jogadores passaram mal com o gás de pimenta que a polícia jogou para conter o ataque dos torcedores.

O jogo estava marcado para 18h, mas com a violência, a Conmebol adiou o jogo para 19h logo após a confusão. Depois, voltou a adiar o jogo, dessa vez para 20h15. Por fim, a entidade decidiu pelo adiamento para o próximo domingo (25).

No dia, o presidente da Conmebol afirmou que a decisão pelo adiamento da final aconteceu mais uma vez para que não houvesse “desigualdades esportivas”. Após reunião no Paraguai terça (27), o estádio do Real Madrid foi anunciado como palco para a final. (Folhapress)

Acompanhe o Blog Japi na Web pelo Facebook Aqui


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *