Flamengo vence o Frankfurt e é campeão da Florida Cup 2019

Foto: Alexandre Vidal

Após vencer o Ajax nos pênaltis, o Flamengo chegou à rodada final da Florida Cup precisando de uma vitória para levar o título do torneio amistoso. Pela frente, o Rubro-Negro teve o alemão Eintracht Frankfurt, que precisava apenas de um empate para ficar com o troféu. Sabendo d;a necessidade de triunfar, o Fla não se intimidou o venceu a partida por 1 a 0.

Fla bate Eintracht Frankfurt e conquista a Florida Cup

O time só volta a entrar em campo no próximo dia 20, quando encara o Bangu em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Carioca.

O JOGO

O Flamengo iniciou a partida com equipe 100% alternativa. Ainda assim, o Rubro-Negro foi quem se mostrou mais interessado em tomar a iniciativa. Não a toa, o primeiro lance mais agudo foi protagonizado pelo Fla, aos quatro minutos. Após Henrique Dourado escorar de cabeça, Jean Lucas foi lançado em profundidade e saiu na cara do gol. Entretanto, o zagueiro Abraham apareceu na hora H e travou a finalização.

Apesar do bom início do Fla, o Eintracht não demorou para equilibrar o duelo e assustar no ataque. Aos 13 minutos, Rebic avançou em velocidade e não se intimidou com a marcação dupla de Rodinei e Rhodolfo. O atacante conseguiu se livrar de ambos e bateu forte, com a perna esquerda. César estava no lance, mas a bola passou rente ao travessão.

A partida seguia disputada, com chances de gol para os dois lados. Em uma delas, criada pelo próprio Eintracht, um jogador da equipe alemã foi expulso. Em escanteio aos 25 minutos, Abraham e Piris se estranharam. O zagueiro adversário deferiu golpe contra o rosto do paraguaio, e a arbitragem não perdoou.

Pouco depois, o Rubro-Negro teve grande chance de gol. O jovem Vitor Gabriel, titular na partida, recebeu cruzamento de Trauco na grande área. Na finalização, porém, o atacante não foi bem e mandou para fora.

O Flamengo cresceu e, dois minutos após a chance de Vitor Gabriel, foi a vez de Henrique Dourado sair cara a cara com o goleiro. Entretanto, o camisa 19 demonstrou dificuldade para conduzir a bola e deu brecha para que o desarme fosse realizado pelo adversário.

Com a vantagem numérica, o Flamengo passou a ter maior domínio da partida, e isso se transformou em gol ainda na primeira etapa. Aos 40 minutos, Rodinei recebeu om liberdade pelo lado direito. O lateral cortou na diagonal e armou o chute de canhota. Porém, ao invés de finalizar, o camisa 2 acertou belo passe para Jean Lucas. De primeira, o jovem bateu colocado e abriu o placar.

Dentre os destaques do primeiro tempo, também estiveram o zagueiro Rhodolfo, que teve atuação consistente na defesa; Ronaldo, volante fundamental para organização da partida; e Thiago Santos, que não se intimidou com a marcação – e nem com as pancadas – e conseguiu bons lances individuais.

Para a entapa complementar, o Flamengo realizou oito mudanças. Da equipe que iniciou a partida, apenas Rhodolfo, Rodrigo Caio e César foram mantidos. Sendo assim, o Fla passou a ter Renê, Pará, Cuéllar, Arão, Diego, Everton Ribeiro, Vitinho e Fernando Uribe em campo.

O Flamengo seguiu dominando a partida. Aos 7 minutos, Diego teve boa chance para ampliar, mas acabou finalizando mal. A jogada foi criada por Rodrigo Caio, que avançou até a entrada da área e passou para Vitinho. Aberto na ponta, o camisa 11 cruzou para o meia, que desperdiçou a chance. Na sequência do lance, Pará ainda teve chance de finalizar na intermediária, mas mandou longe da meta.

Aos 19 minutos, foi a vez de Willian Arão desperdiçar boa chance. Jogando mais avançado que o habitual, o camisa 5 recebeu ótimo passe de Vitinho. Livre de marcação, o atleta errou o domínio e, na finalização, não conseguiu definir bem, chutando fraco, sem causar grandes problemas ao goleiro.

Quando o relógio marcava 34 minutos, Willian Arão teve a chance de se redimir da chance perdida anteriormente. Entretanto, o fim foi semelhante ao do primeiro tento. O volante foi acionado em belo passe enfiado feito por Diego. Na entrada da pequena área, o camisa 5 encheu a perna esquerda, mas mandou por cima da meta.

As chances não paravam de ser criadas. Aos 40 minutos, novamente pela ponta esquerda, Vitinho encarou a marcação, pedalou pra cima do zagueiro e passou para Renê. O lateral finalizou de primeira, com a perna direita, mas o goleiro fez ótima defesa.

Antes de uma volta completa do relógio, o Rubro-Negro chegou novamente na cara do gol. Em contra-ataque, Vitinho foi acionado por Diego e passou bem para Everton Ribeiro. O meia cortou para a canhota e ficou com a frente livre para matar o jogo. Na finalização, porém, ele bateu fraco e facilitou o trabalho do goleiro.

Aos 44, Diego Ribas tentou marcar um golaço e assustou o time adversário. O camisa 10 lançou Vitinho, o ponta fez a jogada na diagonal e voltou a acionar o meia. Na intermediária, Diego tentou o chute colocado, e a bola passou tirando tinta da trave.

Apesar do domínio, o Rubro-Negro não conseguiu ampliar o marcador. Com o triunfo, o Flamengo foi a cinco pontos e se sagrou campeão da Florida Cup. O Ajax, com 4, encerrou no segundo lugar. O Eintracht ficou em terceiro, enquanto o São Paulo, outro brasileiro envolvido na disputa, perdeu as duas partidas e voltou ao Brasil sem pontuar

Acompanhe o Blog Japi na Web pelo Facebook Aqui
bannerfestajapi

Esta entrada foi publicada em Esporte. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *